Dermatite de mãos é o problema causado pelo uso frequente de ÁLCOOL GEL E PRODUTOS DE LIMPEZA DE FORMA REPETIDA NA QUARENTENA

Dermatite de mãos

Muitas são as causas da irritação da pele das mãos, porém 3 se destacam neste período de quarentena onde a limpeza repetida e necessária para prevenção da contaminação pelo COVID-19 é imprescindível. São elas:

1 – Dermatite de contato por irritação primária

A limpeza repetida pelo uso contínuo de sabonete, detergentes e álcool levam a remoção de camadas superficiais da pele (BARREIRA CUTÂNEA) que protegem nosso tegumento promovendo irritações crônicas.

2 – Paroníquea

O uso contínuo de sabonetes e detergentes, assim como a própria faxina doméstica e lavagem de roupas promovem a irritação primária acima mencionada: a quebra da barreira cutânea leva a penetração de micro-organismos como a Cândida Albicans, que pode colonizar principalmente a região peri-ungueal levando a uma quadro chamado paroníquea (inflamação ao redor das unhas)  popularmente conhecido como: “mão de lavadeira”.

3 – Alergia ao látex

O uso de luvas de procedimento também é uma forma de evitarmos a contaminação. Muitos começaram a usar e para um grupo de pessoas descobriram que são alérgicos ao látex, derivado da borracha principal componente na fabricação da luva. O quadro também promove intensa irritação da ambas as mãos. Nestes casos recomenda-se o uso de luvas feitas com “Nitrila” que podem muito bem substituir às de látex sem maiores custos.

Prevenção

Uma das formas de prevenirmos a dermatite de mãos é mantê-las sempre hidratadas, especialmente após as lavagens; disponibilizar um hidratante próximo aos locais de limpeza.

Para quem tem muita sensibilidade, ou estar muito exposto à detergentes o uso de luvas de borracha para limpeza, forradas com tecido de algodão, podem ajudar. Evitem passar muito com as mãos enluvadas.

Uso de luvas com Nitrila para os alérgicos ao Látex.